sábado, 24 de novembro de 2007

Luxação


Dando continuidade a série de posts sobre o significado de algumas lesões que acometem a nós skatistas, temos a luxação.
Muitos de nós após alguma queda durante a sessão ou algum movimento realizado durante a execução de alguma manobra, já sofremos uma luxação.
A luxação é o deslocamento dos constituintes de uma articulação, com separação, ruptura ou estiramento dos elementos articulares e não-ósseos e deslocamento das superfícies cartilaginosas e ósseas da articulação.
A luxação de uma articulação ocorre quando as superfícies articulares ficam completamente separadas umas das outras, de modo que se perde toda a aproximação.
A principal causa das luxações é o trauma. Muitas luxações traumáticas estão associadas a fraturas: fraturas do cotovelo, do tornozelo e das vértebras. Muitas vezes, as luxações são acompanhadas por grave dano nos tecidos moles, por causa de estiramento ou ruptura das estruturas ao redor da articulação.
Os ligamentos podem ser parcial ou completamente rompidos e podem exigir reparo cirúrgico. Os músculos, tendões, bainhas sinoviais e cartilagens também podem ser danificadas.

Luxação de joelho
As características clinicas que surgem da luxação são:

Na hora da lesão:
_ Imediatamente surge uma dor intensa que é pior que a sentida com a fratura. O paciente tem a sensação de ruptura, que é diferente da sensação da quebra ou estalido de osso, que ocorre na fratura.
_ Deformidade: pode ser muito nítida em uma luxação, porque o contorno normal da articulação pode ser modificado. Porém, pode haver ocasiões em que a deformidade não é discernível ou há uma fratura associada, que pode fazer com que a luxação seja negligenciada.
_ Perda da função: o paciente não é capaz de mover o membro.

Características posteriores:
_ Tumefação: ocorre como resultado do rompimento dos tecidos moles e conseqüente reação inflamatória. A exsudação de uma reação inflamatória dentro da cápsula articular é serofibrinosa e amplia o risco de aderências.
_ Contusão e equimose: e devida ao extravasamento de sangue dos vasos lesados.
_Rigidez: quando se desenvolvem aderências, isso pode criar um problema na recuperação da função.
_ Fraqueza muscular: ocorre nos músculos ao redor da articulação e possivelmente no resto do membro se ele for imobilizado por algum tempo.
Luxação de tornozelo

A melhor coisa a se fazer quando isso ocorre na hora da sessão, é colocar gelo no local e levar o acidentado ao hospital mais próximo para lá sim um médico ortopedista, recolocar a articulação no local.
E para não haver essas características posteriores o melhor a fazer é o tratamento fisioterapeutico visando a volta mais rápida ao skate.
Agradecemos a todos os comentários e a todas as pessoas que continuam acompanhando e incentivando o blog. A participação de vocês é fundamental para a nossa evolução.
Lembre-se: ande de skate, evolua e divirta-se.


5 comentários:

danilo disse...

Bom eu ja torci o tornozelo esquerdo 2 vezes mais essa foi mais forte porem a escada que fui pular de flip éra mais alta.
Eu fui a um medico e ele apenas fez um curativo nao chegou a engessar 1 semana depois eu mesmo tirei o curativo porem ja conseguia andar normalmente mais meu tornozelo ainda esta um pouco inchado mas isso volta ao normal com o tempo certo?

Thiago Pino disse...

Olá Danilo ....
Sempre é bom fazer o tratamento fisioterapeutico após uma lesão, acho que seria legal voce ver isso, para poder voltar a andar de skate tranquilamente,
Abraço

Anônimo disse...

ola, sofri de 25 luxações no ombro esquerdo antes de ser operado... ja passa 6 meses pós operação, fiz fiseoterapia... tudo direitinho... mas ainda me sinto um pouco incomodo do ombro quando tento uma manobra e caiu com o braço esquerdo a apoiar o tombo... gostava de saber se mesmo após a operação corro o risco de luxar de novo... e ja agora... se existe algum skater famoso ao qual ja teve este tipo de lesoes. Obrigado!

Thiago Zanoni Neves "Pino" disse...

Sim sempre há o risco de uma nova luxação, o ideal é voce seguir fazendo um trabalho de reforço muscular para evitar que o problema volte.
Abraço

Anderson Matos disse...

Sofri uma luxação no cotovelo esquerdo, a dor foi demais, um sofrimento horrível. Não consigo voltar a andar de skate, estou traumatizado.