sexta-feira, 25 de setembro de 2009

JUP

No ultimo final de semana a cidade de São Paulo sediou a 3º edição da Virada Esportiva, e no Vale do Anhangabaú foi o realizada a Arena da Juventude Radical, local que concentrou as principais atrações, como o pakour, uma pista de snowboard,, freestyle motocross, half pipe e no “bloco do meio” das já famosas bordas do Vale foi adaptada uma pequena mas completa pista de street skate interagindo com as bordas, onde aconteceu a segunda etapa do Circuito Universitário de Skate e o Skate Saúde esteve presente dando acessoria médica ao evento.
Durante o dia, vários skatistas da categoria estreante, amadora, feminino e profissional apresentaram um nível muito alto de skate, agradando a todos que assistiam o evento.
Na parte de atendimento, o trabalho começou cedo com alguns atendimentos aos skatistas com lesões mais simples e até uma fotografa que sofreu uma queda dentro da pista. Com o início da bateria amadora apareceram as lesões mais complexas com dois entorses de tornozelo e um entorse de joelho, onde os skatistas receberam o atendimento no local e posteriormente foram removidos a hospitais da região para realização de exames de imagem.

Skatistas aguardando atendimento.
Voltando ao skate, na categoria amadora o vice-campeão da 1ª etapa, Murilo Romão, estava à vontade no Vale do Anhangabaú. Skatista que conhece muito bem o pico, mostrou uma sessão com grande variedade de manobras em todos os cantos da área, conquistando assim, o primeiro lugar. Em segundo ficou Daniel Marques seguido de Willian Chou em terceiro

Daniel Marques FS Noseblunt


Pódio Amador

Já no profissional, que contou com 19 inscritos, o campeão saiu da primeira bateria. Fabio Castilho aplicou muito bem seu leque de manobras na área, deixando sua marca em quase todos os obstáculos do pico. O titulo de campeão da categoria profissional foi unânime entre os juízes e competidores. Em segundo ficou o skatista de Apucarana (PR) Rogério Febem e em terceiro o curitibano Rodil Ferrugem, que soma mais um pódio em sua carreira repleta de títulos.

Marcelo Formiga SS Shovit

Pódio Profissional
Agora ficamos no aguardo da ultima etapa que será realizada no dia 14 de Novembro na Praça do Relógio na USP.
Lembre-se: ande de skate, evolua e divirta-se.

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Lesões no pé

Uma lesão muito comum no skate são as lesões nos pés, ocasionando geralmente fraturas em alguns dos 26 ossos do pé.

Os ossos do pé são subdivididos da seguinte forma, Posteriores ou Retro Pé (Tálus e Calcâneo), Medianos ou Médio Pé (Cubóide, Navicular e 3 Cuneiformes) e Anteriores ou Ante Pé (5 Metatársicos e 14 Falanges).
As lesões do Tálus, Calcâneo e Navicular são causadas devido ao strees causado por sucessivos saltos ou pelo alto impacto gerado no salto de grandes ou extensos gaps. Já as lesões nos Cuneiformes e Cubóide observamos o mecanismo de torção do pé como quando caímos de “eddy” sobre o skate ou quando o skate cai por cima do pé na realização de alguma manobra de giro, mesmo mecanismo que pode lesionar os ossos do ante pé que também podem sofrer lesões quando erramos alguma manobra e batemos a ponta do pé no chão ou em alguma superfície dura.

O diagnóstico dessas lesões é feito através de avaliação clínica e radiológica (que deve ser realizada em diferentes vistas) e o tratamento para fraturas recentes e não deslocadas é a imobilização com bota gessada por um período aproximado de 6 semanas, tempo médio de consolidação da fratura e tratamento fisioterapeutico para melhora da sensibilidade e ganho de ADM, tornando assim possível a volta ao skate.

Após esta ultima etapa é só colocar o skate no pé novamente e se divertir.
Lembre-se: ande de skate, evolua e divirta-se.

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Depoimento

Acompanhando o blog do programa Cidade Skate ( www.cidadeskate.blogspot.com ) nas ultimas semanas me deparei com uma pequena entrevista com o skatista profissional Gui Zolin comentando sobre a lesão que sofreu ao tentar um switch frontside flip durante uma sessão de fotos.

Ao errar a manobra o skatista sofreu uma lesão no Ligamento Cruzado que possuem este nome por se cruzarem no centro da articulação. Eles tem a função de impedir o movimento de translação anterior ou posterior da tíbia em relação ao fêmur.

As lesões ocorrem geralmente por mecanismos onde o estresse no ligamento é grande o suficiente para causar uma ruptura. As lesões podem ser parciais ou totais dependendo do movimento, força e alongamento e seu trauma pode ser direto ou indireto. Quase sempre a lesão é dada por uma manobra de torção e desaceleração súbita geralmente seguida de estalos e hemartroses (acúmulo de sangue) presente dentro de poucas horas, ou ainda abdução com rotação externa e hiperextensão. Outro mecanismo de lesão é quando o indivíduo fica com o pé no chão e promove uma força de rotação do joelho, ou seja, é ocasionado por uma hiperextensão, rotações com o pé fixo no chão, onde freqüentemente são observadas lesões de ligamento colaterais e mediais, ambas envolvendo mecanismo de desaceleração do movimento como é citado por ele na entrevista http://cidadeskate.blogspot.com/2009/08/gui-zolin-de-volta-ativa.html .
Confiram agora um vídeo produzido pelo vídeomaker Léo Coutinho mostrando um pouco deste período vivido pelo Gui Zolin.

Desejamos sorte ao Gui neste período e que ele volte em breve a mostrar porque é um dos melhores streeteiros do Brasil.
Lembre-se: ande de skate, evolua e divirta-se.

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Prodecks - Serie Diamond


Dando continuidade na campanha pela valorização do Pro-Model no Brasil, conversamos com o idealizador da campanha, o skatista profissional Alessandro McGregor para saber mais informações sobre a segunda etapa da campanha a Diamond-Series.

SS- Qual foi o resultado da primeira fase da campanha e como você sentiu a repercussão sobre o Pro-Model?
O resultado foi satisfatório por ter sido o primeiro trabalho que fiz associado a uma campanha em prol de algo que é necessário para o mercado do skate. Percebi que diferente do que sempre dizem que o mercado é “cada um por si” existe sim uma possibilidade e interesse de todos de se aproximarem e pleitearem o que é de interesse comum a todos que trabalham no mercado.

SS- Como surgiu a idéia para esta segunda fase, com a customização dos shapes e qual foi o critério de escolha dos artistas e dos skatistas que irão participar?
A idéia de inserir arte se deu pelo fato de conhecer vários artistas e de que utilizando a arte podemos levar o skate e a campanha para um publico simpatizante, que são skatistas em potencial, ou seja, que ainda não andam de skate mas podem um dia começar a andar, devido ao fato de mídias que não são do skate terem interesse em cobrir eventos relacionados a arte e também lugares que expõe arte. A idéia para escolher os artistas foi mesmo escolher artistas que utilizassem técnicas diferentes e de preferência que não fossem conhecidos do publico do skate, e do circuito da arte, que é visto frequentemente nas exposições, se tornando como foco a exposição em si e a campanha e não necessariamente o artista, o artista será prestigiado pelo seu trabalho final e não pelo seu nome no mercado. Os skatistas pensei em fazer uma lojistica selecionando skatistas de diversas modalidades, diversas regiões e de diferentes estilos e o mais importante, onde todos tem uma importância dentro do mercado do skate, mesmo que o publico leigo o desconheça porque vamos na campanha apresentar um por um e mostrar qual sua importância no Universo Skate.

SS- Explique melhor para nós como vão funcionar as exposições e esta segunda fase como um todo?
Assim que o material estiver finalizado pelos artistas eles irão ficar a disposição de todos que tiverem interesse de levar o material para expor seja onde for, mas a principio existe já uma serie de pontos onde serão expostos os trabalhos, alguns lugares maiores serão expostos todas as peças, no caso de casas noturnas serão apresentados um numero menor de peças contudo em várias casas noturnas simultaneamente, essa série de exposições começa em SP e segue até o dia 05 de novembro com uma exposição nas Olimpíadas da FEBEM para os detentos com bom comportamento, onde na mesma terá uma exibição de atletas profissionais e também uma reforma dos obstáculos que foi possível através dessa campanha, depois disso a exposição segue Brasil afora
.
SS- Esta campanha conta com patrocínios ou apoio de alguma marca ou mídia?
Patrocínio nenhum, mídia existe uma flexibilidade de a maioria das mídias que são do mercado e muitas que também não são, mas de ante mão já existem mídias que confirmaram a cobertura desse trabalho. A campanha conta com o mais importante que é o apoio da classe, os skatistas, e também dos artistas que estão fazendo todo o trabalho porque acreditam no projeto.

SS- Vocês já planejam alguma ação futura a esta Diamond Series, podemos esperar mais fases dentro desta campanha?
Grande parte do que consegui foi através do skate e penso sim em ajudar o skate de outras maneiras, penso em idéias e ferramentas que possam ajudar o mercado, mas isso deve ocorrer passo a passo assim que mais pessoas que trabalham para o skate entenderem a concepção de militância que uma campanha tem.

Nessa segunda fase, a campanha além de ter o intuito de conscientização a favor dos shapes assinados por atletas profissionais, associado a uma cuidadosa abordagem sobre o tema em questão, a campanha tem também um teor de reciclagem somado a arte, pois serão customizados 50 shapes usados por 10 artistas com diferentes técnicas de manuseio da peça (shape).
Na primeira sequência de trabalhos o material final produzido pelos artistas será exposto em diversos locais, começando pela Tunel do Tempo situado, localizado na Vila Mariana em São Paulo/SP, à Rua Major Maragliano 387 (ao lado da Faculdade Belas Artes/ESPM).
A abertura da exposição será no dia 02 de outubro a partir das 17 horas, permanecendo neste local até o dia 11 de outubro. A partir dessa data novos locais e cidades serão divulgados.
Já podemos ter uma boa noção do que será apresentado com estes vídeos mostrando um pouco dos trabalhos, assista agora e comece a imaginar o que ainda esta por vir.

video

video

Compareçam todos e prestigiem o skate nacional.
Lembre-se:ande de skate, evolua e divirta-se.