sábado, 27 de maio de 2017

O risco da automedicação no skate

Hoje falaremos sobre um tema perigoso e infelizmente muito comum entre os skatistas, a automedicação. Vários skatistas acabam se automedicando antes ou depois de andar de skate para mascarar a dor de supostas lesões usando geralmente anti-inflamatórios.
Existem dois tipos de anti-inflamatórios disponíveis atualmente no mercado os derivados dos hormônios esteroides, como a cortisona e os modernos não esteroides, usados como coadjuvantes nos tratamento de lesões inflamatórias ortopédicas, ginecológicas e outras, que apesar de serem encontrados com facilidade no comércio precisam de prescrição médica
A dor é um alarme do corpo, sua presença avisa de que algo errado ou ruim está acontecendo. Imagine que ao abolir a dor poderemos ficar sem saber, por exemplo, que temos uma distensão muscular, tendinite, artrite e outras doenças que irão piorar com a continuidade no skate. Sem dúvida teremos um risco enorme das lesões se transformarem em irreversíveis caso não sejam tratadas corretamente e o skatista continue manobrando e forçando ainda mais a lesão.
Mesmo sabendo que é uma medicação com vários efeitos colaterais sérios e que apenas um médico pode prescrevê-los, virou moda tomar anti-inflamatório antes e depois de andar de skate para não sentir dores. Hoje em dia tem sido usada a capsula gelatinosa com anti- inflamatório potente, algo totalmente desnecessário.
Os efeitos no coração e aparelho cardiovascular são conhecidos, facilita o surgimento de arritmias, permite elevação da pressão arterial e em alguns casos até isquemia cardíaca (angina ou infarto). O uso indiscriminado de anti-inflamatórios causa danos no fígado e os rins a médio e longo prazo, podendo provocar cirrose hepática e a temida insuficiência renal representada pela uremia.
Consulte sempre um médico em caso de qualquer problema de saúde e só tome medicação prescrita pelo mesmo.
Lembre-se: ande de skate, evolua e divirta-se.

sábado, 20 de maio de 2017

Escorpião X Skate

Cada vez mais é nítida a importância da preparação física no skate, a evolução das manobras que exigem cada vez mais do corpo mostra que ele precisa cada vez mais estar preparado para dar conta do recado e também evitar lesões.
Um dos segredos para evitar lesões e ter um bom desempenho sobre o skate está na flexibilidade e na mobilidade articular do skatista. Hoje falaremos sobre um alongamento que trabalha alguns dos principais pontos de performance do skatista, o escorpião
O escorpião é excelente para a mobilidade da coluna e do quadril, alongando a parte anterior do tronco, fundamentais para quem anda de skate. Ele é um ótimo movimento para ser executado antes de andar de skate ou para finalizar a sessão. No início é melhor trabalhar com pouca amplitude, evitando riscos de lesão e garantindo que os ombros permaneçam no chão, evitando compensações que irão reduzir o alongamento anterior. Quando realizado de forma dinâmica, o escorpião exige certa coordenação, mas aumenta os resultados em mobilidade articular.
A região lombar e do peitoral, em muitos skatista apresenta encurtamentos, e estes necessitam de mobilidade na região lombar, por isso, o escorpião é um exercício que não pode faltar em se tratando de mobilidade e funcionalidade. É comum notar um lado mais encurtado pela dificuldade no movimento, mas isso é atenuado com a prática, e em um curto espaço de tempo isso pode ser corrigido.
Seu corpo é sua principal ferramenta para andar de skate, portanto cuide bem dele e aproveite todos os benefícios que o skate pode proporcionar.
 Lembre-se: ande de skate, evolua e divirta-se.

sábado, 13 de maio de 2017

Mantendo o Sigilo na Selva de Pedra

Nesta ultima semana nossa parceira Cisco apresentou um reforço de peso para seu time de skatistas. Trata-se de Paulo Piquet, skatista profissional de São Paulo que chega apresentando seu primeiro model pela marca em uma colaboração com a Sigilo.
Para celebrar esta nova fase na carreira, Paulo Piquet apresentou uma vídeo parte entitulada "Mantendo o Sigilo na Selva de Pedra" com muita manobra pesada e que você confere agora.
Se você procura um shape de maple e valoriza o mercado nacional, corra até a skateshop mais próxima e adquira o promodel que está disponível em três tamanhos diferentes.

sábado, 6 de maio de 2017

Os principais tipos de alongamento no skate

Na última semana falamos sobre a importância do alongamento para os skatistas, seus benefícios na preparação física e sua importância na reabilitação de lesões. Hoje vamos falar sobre os diferentes tipos de alongamento e onde cada um deles se encaixa na rotina de um skatista.
Para começar vamos falar sobre o alongamento estático, tipo mais comum de alongamento, feito quando os músculos são esticados e você permanece numa posição estática. O tempo ideal desse alongamento pode variar entre 20 e 30 segundos, antes de andar de skate. Alongar por mais de 30 segundos provoca um relaxamento dos músculos, prejudicando a produção de força muscular, alongar por um período mais longo é ideal após as sessões, melhorando a flexibilidade, postura e promovendo um relaxamento muscular importante para a recuperação do corpo.
O alongamento dinâmico é muito importante para os skatistas, ele é indicado para casos em que o ganho da flexibilidade melhora o desempenho esportivo. Fazer alongamentos dinâmicos, como a elevação dos joelhos, o agachamento, rotação de tronco é sempre positivo, porque aumenta a mobilidade das articulações e a amplitude do movimento. Alongamentos dinâmicos devem ser realizados após um período inicial de aquecimento, feitos a partir de movimentos curtos e deslocamentos pelo solo.
Já o alongamento passivo é feito com a ajuda de alguém ou com o auxílio de algum aparelho como uma faixa elástica ou até mesmo uma bola suíça, por isso é importante ter noção do seu limite e interromper o alongamento se sentir dores excessivas. Ele é importante no final das sessões buscando um relaxamento muscular visando uma boa recuperação do corpo.
Por último temos o alongamento específico que é o mais recomendado antes de andar de skate. Ele trabalha os músculos e as articulações principais usados no skate e é fundamental para a prevenção de lesões. Fora estes quatro tipos de alongamentos temos também a facilitação neuromuscular, uma técnica excelente para skatistas mas que necessita de um profissional capacitado para executar este tipo de alongamento.
O ideal para ter um corpo flexível e um bom desempenho no skate além de prevenir possíveis lesões é fazer uma mescla de todos estes tipos, dando ênfase às principais limitações de movimentos e grupos musculares usados no skate, por isso o acompanhamento profissional é muito importante para obter melhores resultados.
Lembre-se: ande de skate, evolua e divirta-se.

sábado, 29 de abril de 2017

A importancia do alongamento no skate

Andar de skate desgasta muito o corpo, e um dos segredos para recuperar as "energias" e chegar inteiro na próxima sessão está na realização dos alongamentos.
O alongamento é um exercício físico voltado para a flexibilidade dos músculos. Ele promove o estiramento de boa parte das fibras musculares, além de propiciar uma amplitude maior nos movimentos, melhorando a performance em diferentes atividades físicas como o skate. Fazer alongamento é essencial para a saúde da musculatura.
A prática ajuda a manter o corpo menos tenso e mais flexível, melhorando potencialmente a movimentação das articulações, diminuindo assim possíveis pontos de dor. Ele é focado na manutenção ou elevação dos níveis de mobilidade articular e elasticidade muscular.
Esses fatores associados contribuem potencialmente na melhora postural, aumenta a sensação de bem estar, diminui as dores e tensões e possibilita a consciência corporal, requisito imprescindível para o equilíbrio, indispensável no skate.
A fisiologia é bastante clara nesse sentido, músculos encurtados e tensos limitam a amplitude dos movimentos o que dificulta a realização de várias manobras, afetam a postura e em certos casos, a precariedade na flexibilidade da musculatura pode gerar sérios desconfortos físicos.
Portanto alongar não é somente bom para prevenir lesões e melhorar sua performance no skate, mas sim para gerar vários benefícios que vão melhorar sua qualidade de vida.
Fiquem ligados pois nas próximas semanas vamos estar falando sobre os diferentes tipos de alongamentos e para que serve cada um deles.
Lembre-se: ande de skate, evolua e divirta-se.