sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

A preparação física no skate

Andar de skate apesar de divertido nunca foi uma tarefa fácil. As exigências físicas para se andar de skate estão cada vez maiores, prova da evolução que o skate vem apresentando ao longo das últimas décadas.
Hoje a preparação física no skate é uma realidade e grandes nomes do skate mundial tem trabalhado seu corpo para seguir manobrando e evoluindo em cima do carrinho. Recentemente alguns vídeos me chamaram a atenção mostrando alguns ícones do skate se reabilitando de lesões e treinando para manter o ritmo sobre o skate apesar da idade um pouco mais avançada.

A primeira série de vídeos que gostei é o Push do Berrics com um dos caras que foi uma grande influência, o Brandon Biebel que treina diariamente para manter a forma e seguir firme e forte com o seu skate de alto nível.


O segundo vídeo também do Berrics mostra a volta do francês Bastien Salabanzi ao skate depois de uma lesão e todo o trabalho físico para evitar lesões recidivas.

Mas o trabalho físico no skate não é privilégio dos gringos, grandes nomes do skate brasileiro como Luan de Oliveira e Letícia Bufoni postam com frequência nas redes sociais seus treinos e toda a dedicação para seguirem manobrando.
Para saber mais sobre nosso método específico de preparação física no skate basta entrar em contato e fazer uma avaliação grátis.
Lembre-se: ande de skate, evolua e divirta-se.

domingo, 8 de janeiro de 2017

Skate X Calor

Início de ano e a vontade de andar de skate aumenta, aproveitar os dias de folga, as viagens e claro aproveitar o calor para deixar o skate no pé e as manobras em dia. Mas você sabia que o tão aguardado calor pode ser prejudicial para as sessões de skate?
Com a chegada do verão, andar de skate ao ar livre pode exigir cuidados especiais. Sol intenso e temperatura elevada geram um estresse a mais para o corpo. Além dos cuidados com a proteção solar, outros fatores podem influenciar no seu rendimento. Até mesmo quem anda em ambiente fechado, como pistas cobertas, deve manter a hidratação e uma boa alimentação.
O calor excessivo nosso corpo desidratada com mais facilidade, e andar de skate pode agravar os sintomas da desidratação. Sede, fadiga precoce, tonturas e sonolência são os primeiros sintomas que devemos ficar de olho. Isso ainda pode vir associado à dor de cabeça e taquicardia quando a desidratação já está em nível médio.

Para continuar andando de skate durante os dias de calor, evite os horários de maior temperatura, entre 10h e 16h. Mantenha sua alimentação balanceada e a hidratação elevada. Água demais não faz mal. Evite andar sob sol intenso, faça treinos mais curtos ou dê intervalos maiores. Se durante a sessão se sentir mau pare imediatamente de andar e procure auxílio médico.
Desejamos a todos os amigos, parceiros e clientes um excelente 2017 com muitas alegrias, saúde, conquistas e claro muito skate.
Lembre-se: ande de skate, evolua e divirta-se.

sábado, 17 de dezembro de 2016

Faixa de compressão com gelo e o skate

A tecnologia é uma das grandes aliadas na prevenção de lesões e na preparação física dentro do skate. Um dos produtos que mais me chamou a atenção recentemente foram as faixas de compressão com gelo.
 Atualmente existe um grande debate em torno de como melhorar a performance dos skatistas, diminuir a probabilidade de sofrer algum tipo de lesão e também como ter uma recuperação pós-sessão ou campeonatos. Além de alongamentos, descanso, boa alimentação e um bom condicionamento físico, os skatistas hoje possuem um forte aliado, que são os tecidos de compressão.
A compressão fornecida pela roupa durante a sessão de skate, a partir do momento em que ela atua sobre um grupo muscular, comprimindo-o de maneira ideal, resulta em uma melhor execução do movimento, uma vez que o cérebro e o corpo (músculo) têm uma melhor comunicação, evitando as lesões por uso incorreto do movimento; além disso a força aplicada com melhor execução, e transferência de força aumentada através de diminuição da vibração muscular, que causa desgaste físico e desperdício energético.
Já a recuperação é mais acelerada após grande esforço físico, pois há uma diminuição dos micro-traumas musculares, normais durante o exercício; e o aumento de micro-circulação, fazendo a produção de acido lático ser retardada, já que o sangue venoso é removido mais depressa, dando lugar ao sangue rico em oxigênio, aumentando assim a oxigenação muscular.
A "faixa com gelo" possui uma tecnologia nas fibras do tecido e garante os mesmos benefícios da crioterapia convencional (http://www.skatesaude.com.br/2015/03/gelo-o-melhor-amigo-do-skatista.html ) os produtos não utilizam componentes químicos em suas fórmulas de resfriamento. Ela garante a durabilidade, que não acaba a função de resfriamento e pode ser lavado na máquina. 
Para o pós-treino, as faixas de gelo e compressão auxiliam na recuperação de pequenas lesões musculares e de articulações.
São faixas em três tamanhos, que podem ser colocadas em qualquer parte do corpo, adicionando a compressão ao tratamento de gelo. Para a utilização, basta molhar a parte interna do produto e deixar no freezer por até uma hora. Também podem ser usados como bandagem de compressão, sem a função gelo, durante a sessão de skate.
Um investimento que vale a pena tanto pensando na melhora de desempenho sobre o skate como também no tratamento e na prevenção de lesões. Esta é a última postagem do ano, muito obrigado a todos que acompanharam nosso trabalho aqui pelo blog, nas redes sociais e nas páginas da Tribo Skate, um excelente Natal a todos e um novo ano cheio de realizações, conquistas e muita saúde. Fiquem ligados que em 2017 teremos muitas novidades.
Lembre-se: ande de skate, evolua e divirta-se.

sábado, 10 de dezembro de 2016

Ventosaterapia e o skate

A medicina chinesa é uma forte aliada dos skatistas, já que muitas de suas técnicas são de grande valia para a recuperação de lesões e o relaxamento muscular de modo geral. A ventosaterapia já é conhecida por alguns skatistas mas se popularizou mesmo após as Olimpíadas do Rio onde o nadador Michael Phelps apareceu com as marcas roxas pelo corpo despertando a curiosidade de todos.
A ventosaterapia é uma técnica milenar da medicina chinesa, que utilizada copos de vidro por meio da sucção. Seus benefícios são melhorar as dores, relaxar a musculatura e também aumentar no nível de circulação sanguínea na região. É uma técnica rápida de aplicar e o skatista já sente a melhora desde a primeira sessão.
 Em alguns campeonatos já notei skatistas com essas marcas utilizadas por quiropraxistas, fisioterapeutas, acupunturistas e profissionais especializados na área esportiva. Os skatistas que se empenham em produzir material ano inteiro estão sempre andando em alta intensidade e o tratamento preventivo com profissional da área da saúde é essencial para que a recuperação seja rápida e evite as prováveis lesões que o skate pode proporcionar.
 Durante as sessões de foto e vídeo ou até campeonatos, as dores são inevitáveis pelo nível de exigência do corpo desses skatistas, e a técnica da ventosa pode ser utilizada tanto no preparatório e recuperação, tanto como durante a sessão de skate.
É importante um diagnóstico preciso porque esta técnica não pode ser utilizada em rupturas musculares, suspeitas de hemorragia, pacientes com dermatites, cortes e ferimentos recentes no local da aplicação. Pessoas com quadros viróticos, também, devem procurar outros tratamentos, por isso procure sempre um profissional habilitado e qualificado para ter certeza que será bem atendido.
Seu corpo é sua principal ferramenta para poder andar de skate, portanto cuide bem dele e prolongue sua vida útil sobre o carrinho.
Lembre-se: ande de skate, evolua e divirta-se.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

O pistol e a melhora do pop no skate

Desde que comecei a andar de skate uma das coisas que mais me chamava a atenção em outros skatistas era o "pop" das manobras. Rodrigo TX, Tiago Lemos, Patrick Vidal são alguns dos skatistas que gosto de ver andando pelo estilo e principalmente pela altura de suas manobras. Hoje falaremos sobre um exercício complexo que já mostramos aqui no site ( http://www.skatesaude.com.br/2014/10/melhore-alturas-das-manobras-fazendo.html ),o Pistol, e vamos dar dicas de como iniciar este movimento.
O movimento parece simples, com uma perna estendida na frente do corpo e com a outra no chão formado uma pistola, deve se contrair o abdômen e ir agachando, durante o agachamento a perna levantada se mantém estendida e o tronco uma leve inclinada para frente jogando o quadril para trás, o joelho sempre na direção da ponta do pé.
Os erros mais comuns são a rotação interna do quadril (o joelho gira para dentro para tentar manter o equilíbrio. A causa pode ser fraqueza dos rotadores externos do quadril ou uma pronação excessiva dos pés), falta de controle (muitos balanços, descidas rápidas, alta dificuldade para subir. Tenha o controle do movimento o tempo todo) e pular etapas (não pule etapas tenha paciência).
Existem diversas progressões diferentes para se trabalhar o pistol, mas primeiramente é necessário ter mobilidade suficientes para estar confortável com a posição mais profunda do squat. A partir dai é possível começar agachando com um pé sobre uma caixa e o outro suspenso, aumentando cada vez mais a profundidade do agachamento, progressão que será mais eficiente para quem tem deficiência de força e estabilidade do quadril, ou praticando a posição profunda do pistol e em seguida sua negativa, o que parece ser a melhor escolha para aqueles que tem déficit de flexibilidade.
Independente de por que lado começar é importante pensar que o desenvolvimento do condicionamento físico não depende apenas de força ou resistência, mas sim de uma série de fatores, incluindo capacidades físicas e vivências motoras e por isso é importante estar exposto aos mais diversos padrões de movimento melhorando sua condição e consequentemente seu rendimento sobre o skate.
Se você tentou fazer o exercício e ainda não conseguiu, não se fruste. Não é um exercício que você vai aprender do dia para noite. Para conhecer nosso método específico de preparação física para skatistas basta entrar em contato e agendar uma avaliação.
Lembre-se: ande de skate, evolua e divirta-se.