sábado, 9 de dezembro de 2017

A importancia do descanso para o skatista

Andar de skate é muito bom, aprender novas manobras, se divertir com os amigos, aproveitar o lifestyle, mas o descanso é fundamental para qualquer skatista, principalmente aqueles que estão em tour ou filmando direto para uma parte. É na fase de recuperação, principalmente no momento do seu sono profundo, que o seu corpo se adapta ao esforço e, com isso, evolui.
Sem o devido descanso, ele começa a lutar para manter o rendimento e, frequentemente, fica muito mais cansado do que o habitual depois dos treinos. Em casos mais extremos, você pode perde até a vontade de andar por alguns dias.
Seu organismo emite alguns sinais de que você está andando demais e descansando de menos, um deles é a frequência cardíaca elevada, geralmente um indicativo de estresse físico ou emocional. Quando seu corpo está esgotado pelo esforço físico e/ou tarefas do dia a dia, ocorre a produção de substâncias que podem te deixar mais irritado e ansioso.
Outros sinais de alerta são muitos as sessões com baixo rendimento onde até as manobras mais simples demoram a sair e muitas vezes nem saem, dores musculares periódicas, infecções nas vias respiratórias (principalmente garganta) e aumento do número de lesões.
Um sono consistente é essencial para o crescimento e a reconstrução das fibras musculares, e noites de sono ruim em sequência podem ser devastadoras para a sua performance no skate. O descanso e o sono são primordiais para o seu desempenho e principalmente a prevenção de lesões.
Lembre-se: ande de skate, evolua e divirta-se.

sábado, 2 de dezembro de 2017

Dequilibrio muscular no skate

Andar de skate é muito bom, porem trás um grande desgaste para o nosso corpo. Sentir os músculos travados, muito rígidos, é algo comum, principalmente nos ombros, pescoço e lombar. Normalmente não é nada grave. O problema é que frequentemente essa tensão muscular melhora com massagens, água quente, mas acaba sempre voltando a incomodar.
A causa mecânica mais comum de tensões musculares persistentes, que vão e voltam o tempo todo, é um desequilíbrio entre os músculos da região afetada. O músculo que está muito tenso provavelmente está trabalhando a mais para compensar a falta de outro músculo, que está menos ativo do que deveria. Nossas articulações são construídas de camadas musculares. Os músculos localizados mais profundamente têm a função de estabilizar a articulação, ou seja, mantê-la firme. Já os músculos mais superficiais, que são mais fortes e maiores, são responsáveis pelos movimentos amplos.
Tomando a cervical como exemplo, os músculos longo da cabeça e longo do pescoço a estabilizam, e o trapézio, músculo grande que recobre ombros, pescoço e parte das costas, é um de seus motores. Quando o longo da cabeça e do pescoço não estão trabalhando como deveriam o trapézio fica mais tenso na tentativa de ajudar na estabilização da coluna cervical. Sendo assim, uma massagem para relaxar a região pode ajudar temporariamente, mas enquanto esse desequilíbrio muscular continuar, a tensão muscular tende a voltar.
Uma solução mais permanente seria trabalhar a estabilidade articular, fazendo com que os músculos profundos voltem a realizar a sua função, tirando assim a sobrecarga dos superficiais que estão muito tensos. Esse tipo de treino depende da articulação e do caso, e normalmente incluem exercícios isométricos leves e exercícios que desafiem a estabilidade.
Entender a causa das lesões e dores, ao invés de intervir somente nos sintomas, é sempre a melhor forma de tratamento. Cuidar do seu corpo é cuidar de você e aproveitar ao máximo os benefícios que o skate te trás.
Lembre-se: ande de skate, evolua e divirta-se.

sábado, 25 de novembro de 2017

A remada certa no skate

Andar de skate não é tarefa fácil por isso cada vez mais skatistas estão buscando diferentes formas de condicionar seu corpo para seguir evoluindo nas manobras. Uma das ferramentas que vem trazendo grandes benefícios a preparação física do skatista é o remo.
O Remo Indoor está, cada vez mais, em destaque. Talvez o CrossFit tenha ajudado a colocá-lo em evidência, como é o caso do LPO. Apesar de parecer um movimento simples o remo exercita o corpo todo. Em um total de 9 grandes grupos musculares: quadríceps, posteriores da coxa, dorsal, região do core, ombros, glúteos, tríceps, costas e bíceps. Qualquer um pode remar, desde crianças até idosos, assim como pessoas que se encontram com sobrepeso e que estejam incapacitadas de executarem outros exercícios. Isso se deve ao fato de que o remo é um exercício de baixo impacto e fácil de aprender.
Os principais benefícios de remar são o baixo impacto, principalmente nos joelhos e calcanhares; alta queima de calorias por utilizar vários grupos musculares; é benéfico para as articulações que se movem-se através de grandes amplitudes de movimento; trabalha a parte inferior do corpo, que inicia o movimento do remo; trabalha a parte superior do corpo, responsável por completar a puxada; trabalha as costas e a região abdominal; alivia o estresse; ótimo para o condicionamento aeróbico, um exercício complementar perfeito para qualquer skatista.
O remo oferece a vantagem da resistência do exercício ser criada na intensidade com que se rema, dando ao praticante total controle sobre o seu treino, o que permite melhorar muito a potência gerada no movimento.
Cuidar do seu corpo é cuidar de você, prepare seu corpo para andar de skate e aproveite ao máximo todos os benefícios que o skate tras para os seus praticantes.
Lembre-se: ande de skate, evolua e divirta-se.

sábado, 18 de novembro de 2017

Medicina Chinesa e o skate

O skate é uma atividade física de alto impacto que gera grande desgaste fisico ao nosso organismo.
É muito comum vermos skatistas com algum tipo de lesão, sejam elas simples ou mais complexas, e uma das grandes aliadas na solução destes problemas é a medicina chinesa.
Baseado em conceitos como equilíbrio energético, alimentação saudável, magnetização do corpo entre outros a Dra. Eliza vem recuperando grandes nomes do skate brasileiro que acreditam e seguem à risca o tratamento.

Neste vídeo temos o exemplo do skatista profissional Marcelo Garcia, que vinha sofrendo sucessivas lesões e relata como foi o processo de tratamento e a mudança do seu estilo de vida através da medicina chinesa.
Lembre-se: ande de skate, evolua e divirta-se.

sábado, 11 de novembro de 2017

Glúteo Médio e o skate

O músculo glúteo médio não é o mais forte e nem o maior do corpo, mas com certeza é um dos mais importantes para os skatistas.
Ele se encontra na lateral da bacia e exerce um papel no alinhamento e estabilidade de toda a perna. Sua fraqueza pode gerar desde lesões no quadril e joelho, até problemas no tornozelo. Por isso, manter esse músculo trabalhando bem é um dos segredos para uma boa biomecânica.
Temos três músculos chamados de glúteo: o mínimo, o médio e o máximo. O mais conhecido e visível é glúteo máximo, que dá formato às nádegas. Um pouco abaixo dele, indo para a lateral da pelve, está o médio e, mais profundamente nas camadas musculares, se encontra o mínimo.Esses três músculos trabalham tanto na remada como na hora de manobrar o skate e são importantes, porém o glúteo médio costuma ganhar mais atenção pois ele é o responsável por manter o alinhamento do joelho.
Quando estamos com o peso do corpo em cima do joelho, é o glúteo médio que mantém a perna no lugar. Sem a sua ação o joelho "cai" para dentro, o que é chamado de valgo dinâmico, fenômeno relacionado à várias lesões, como a síndrome da banda iliotibial e a condromalácia.
Além do joelho a falha na ação do glúteo médio pode influenciar até o tornozelo. Quando esse músculo está muito fadigado o pé fica mais instável, e com maior tendência a torção. A fraqueza desse músculo também pode gerar lesões nele mesmo, pelo déficit de força de em si e pela piora da postura que acontece como consequência. A tendinite em seu tendão e inflamação na bursa que existe entre ele e o osso do fêmur são as lesões comuns (chamada de bursite trocantérica).
Nesses casos é importante dar um tempo de descanso para o corpo se recuperar e após a diminuição da inflamação investir em fortalecimento. Exercícios como agachamento, mountain climber, perdigueiro, prancha e elevação de quadril podem ajudar a sanar este problema.
O corpo funciona como uma cadeia totalmente interligada. Cuidar do músculo do glúteo médio é importante para manter uma boa biomecânica e diminuir os riscos de lesão. Cuide do seu corpo e aproveite ao máximo todos os benefícios que o skate trás.
Lembre-se: ande de skate, evolua e divirta-se.