sábado, 11 de agosto de 2018

Preparação Fisica no skate

Como venho mostrado nas ultimas semanas a preparação física vem ganhando cada vez mais importância dentro do skate. Mas você pensa que só os skatistas precisam preparar o corpo para as sessões?
Claro que não, os companheiros de sessão também precisam estar cem por cento para dar conta do recado. Estou falando dos fotógrafos e dos vídeo-makers, que ficam as vezes por muito tempo em posições inadequadas para achar o melhor ângulo para a imagem além de carregar os equipamentos que pesam bastante.
Uma prova disso é o renomado vídeo-maker Jason Hernadez que tem em seu portfolio vídeos para a Birdhouse, Levis e Nike, subiu o nível de suas atividades físicas e entrou em um regime de treino intenso que tem dado resultados incríveis.
Além de melhorar sua condição física ele aproveitou o momento para ajudar outras pessoas através de um desafio insano de burpees (se você não sabe o que é da um check aqui no site que é um ótimo exercício para quem anda de skate) como podemos ver neste vídeo feito pelo Berrics.

Para saber mais sobre nosso método de preparação física especifico para skatistas, agende uma avaliação gratuita.
Lembre-se: ande de skate, evolua e divirta-se.

sábado, 4 de agosto de 2018

Preparação Física no skate e a longevidade

Já há algum tempo venho batendo na tecla sobre a importância da preparação física no skate. Não visando somente a questão da performance no skate mas principalmente pensando na longevidade sobre o skate.
Essa semana saiu um vídeo sobre a Judi Oyama, que retrata muito bem essa questão sobre a longevidade no skate.

Ela começou a andar em 1973 e durante décadas competiu, se divertiu e andou muito de skate por todo os EUA chegando até a ser patrocinada pela lendária Santa Cruz. A 5 anos atrás começou a cuidar do seu corpo e treinar para melhorar sua saúde.
Hoje aos 58 anos de idade, colocou seu nome no "Hall da Fama do Skate" e segue andando e se divertindo com o skate, mostrando que a idade é só um número quando temos o corpo e a mente sadios.
Para saber mais sobre nosso método de preparação física voltado para o skate, entre em contato e agende uma avaliação grátis.
Lembre-se: ande de skate, evolua e divirta-se.

sábado, 21 de julho de 2018

A volta de Leticia Bufoni

Nesta ultima semana uma ótima noticia apareceu na timeline de vários skatistas ao redor do mundo. A boa noticia é que nossa amiga Leticia Bufoni voltou a andar após uma grave lesão no tornozelo. Depois de muita fisioterapia e um trabalho de condicionamento físico ela voltou com tudo como podemos ver neste vídeo produzido pelo Berrics.

Lembre-se: ande de skate, evolua e divirta-se.

sábado, 14 de julho de 2018

O caminho de P.Rod

Nesta última semana um dos grandes nomes do skate postou um vídeo mostrando uma lesão que o afastou do skate, trata se de ninguém menos que Paul Rodrigues.
O vídeo mostra como ele machucou o joelho e o início do processo de reabilitação.
Com certeza terão mais vídeos mostrando sua volta ao skate e assim que saírem novos episódios vamos atualizando aqui no site para manter vocês informado sobre a recuperação deste grande skatista e empresário.
no skate todos estão suscetíveis a lesões, desde o renomado skatista profissional ate você que começou a andar agora. A melhor maneira de se prevenir lesões esta na preparação física, portanto invista nestas atividades e aproveite ainda mais o skate.
Lembre-se: ande de skate, evolua e divirta-se.

sábado, 7 de julho de 2018

Dor muscular no skate

Toda atividade física, inclusive o skate que é uma atividade física de auto impacto, principalmente em iniciantes ou quando se aumenta a quantidade de sessões, provoca uma dor muscular no dia seguinte, chamada de dor muscular de início tardio.
Ela é normal, faz parte do esporte e inclusive é benéfica para o corpo. Mas, você sabe diferenciar essa dor natural de uma dor causada por lesão?
A dor muscular tardia acontece um ou dois após a realização de exercícios. Antes acreditava-se que o culpado por esse desconforto era o acúmulo de ácido lático, mas pesquisas recentes descartam essa ideia. A verdade é que os mecanismos microscópicos envolvidos nessa dor ainda não são totalmente conhecidos.
Sentir-se dolorido após uma sessão de skate tem suas vantagens. Isso significa que seu músculo passou por um estímulo e, ao final da recuperação, estará mais preparado para as próximas sessões. Porém, vamos aos sinais de que essa dor não está normal e pode ser uma lesão, a dor não diminui em até 72 horas, o incomodo não é no ventre muscular e sim na articulação, a dor parece uma pontada aguda no músculo e não uma sensação de rigidez, que é o esperado na dor muscular tardia, há hematoma, região vermelha e inchaço
Entender o corpo e seus limites é essencial para ter longevidade no skate.. Por isso, caso haja suspeita de que a dor não seja algo normal, é preciso manter a atenção, diminuir o ritmo, e se persistir procurar ajuda médica.
Andar de skate é muito prazeroso, faz bem para a saúde física e mental do skatista, mas para que isso ocorra de forma plena alguns cuidados são sempre necessários.
Lembre-se: ande de skate, evolua e divirta-se.