sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Entrevista Rodrigo TX

Para comemorar o aniversário de 2 anos do blog e os 6 meses de funcionamento do projeto, resolvemos fazer uma entrevista marcante simbolizando este momento.
A palavra Humildade tatuada no antebraço não é somente um adereço no corpo, mas sim uma rotina seguida por ele todos os dias, um vitorioso que saiu de casa cedo com seu skate e conquistou o mundo com manobras pesadas e um incrível carisma, confira agora um pouco mais sobre um dos maiores skatistas de todos os tempos, Rodrigo TX.


Nome: Rodrigo de Arruda Teixeira
Idade: 25 anos
Tempo de Skate: aproximadamente 13 anos
Local: São Paulo
Patrocínio: Flip, És, LRG, Venture, Gold, Swissbones, Diamond, CCS, Mob Grip e Sigilo

SS- Aos 14 anos, você teve sua primeira capa de revista publicada, aos 16 já era um nome forte no mercado americano, além do seu talento a que outros fatores devemos este seu sucesso precoce?
A vontade de vencer na vida.

SS- Mesmo estando fora do Brasil a praticamente 10 anos você continua acompanhando o mercado e a cena do skate aqui, o que tem notado de mudanças neste período em que você esta fora do país?
Para ser sincero eu até acompanho, mais bem de leve, pois eu tenho mil fitas rolando lá então eu me “gasto” lá. Eu sei que devia estar mais ligado com o que acontece aqui no Brasil também, mais também sou humano e minha vida não é só skate, por isso que não me dedico tanto aqui. O Brasil é um lugar mais para eu recarregar as energias.


SS- Você já conheceu vários lugares da Europa, América do Sul e Norte e até mesmo a Ásia com o seu skate, fale um pouco sobre os melhores lugares em que já andou e o que mais chamou sua atenção na cultura destes locais?
Vou falar dos lugares que eu mais gostei. Em geral a Espanha como todo mundo já sabe é muito naipe, muito pico para andar, a comida deles é muito boa pra quem gosta de frutos do mar como eu, a língua é bem parecida com a nossa e para quem como eu gosta do mar tem belas praias, baladas e muito pico no país inteiro e skatistas também.
A China já tem muito mais picos que qualquer outro lugar, mais é bem difícil se virar sozinho, pois quase ninguém fala inglês, tem poucos skatistas e a comida não e muito confiável (risos), mais é um dos picos que eu mais gostei.
Já a Tailândia que eu fui no começo deste ano é muito naipe um verdadeiro ¨best keep secret¨ não deveria nem estar falando desse pais aqui (risos) tem muito pico, as pessoa se respeitam muito, é super barata a comida e muito boa principalmente se você conseguir pedir sem pimenta os rangos (risos), tem uma das melhores praias que eu já fui na vida e os skatistas são bem unidos,diferente de muitos lugares aonde eu já fui.

SS- A algum tempo atrás você sofreu uma lesão que o afastou por um curto período do skate, conte-nos como aconteceu esta lesão, o processo de recuperação e como foram estes momentos longe do carrinho ?
Sofri sim, rompi o ligamento cruzado anterior e o menisco, fiquei uns dez meses sem anda que para mim pareceu uma vida, mais fazer o que, não tinha outra opção. Fiquei sem andar, levei a sério o tratamento, 7 meses de fisioterapia e ate hoje não é o mesmo (risos) mais da para o gasto, ta bom!

SS- Você é um skatista que se deu bem em vários campeonatos como, por exemplo, na sua primeira passagem pela Europa, mas que também sempre fez muitas fotos e principalmente memoráveis partes de vídeos, o que mais te da prazer em fazer e como conciliar tudo isso na carreira?
O que me dá mais prazer é aprende manobras, não gosto de repetir mesmo sabendo que sempre me encontro repetindo várias (risos).
Mas é isso o que eu mais gosto e de trampar num vídeo, e tirar uma foto e depois vê-la na revista. O resto eu poderia viver bem tranqüilo sem (risos).

SS- Todos nós quando começamos a andar temos algumas influencias ou até mesmo ídolos, quem eram suas influencias no começo e como você encara o fato de hoje servir de influencia para muitos skatistas no mundo todo?
Minhas influencias no começo foram o Zik e o Waguinho que eram os caras que colavam na Roosevelt, a onde eu via eles. Eles estavam sempre tentando algum bagulho cabuloso. E os gringos eram o Koston e o Kareem.
Encaro normalmente, sou um skatista como qualquer outro, não penso muito nessas fitas de quem eu sou, ou não sou.

SS- Você sempre esteve em grandes marcas e focado em grandes projetos como o vídeo Duotone, o que podemos esperar para os próximos anos?
Então mês que vem tem o vídeo da Flip que sai em setembro, e no começo de 2010 sai o do LRG que vai ser da hora também, eu estou me dedicando 100% nele e os caras também.

SS- Música é algo marcante na vida de qualquer skatista, tanto o som que rola na sessão como a trilha sonora de algum vídeo, o que você costuma escutar enquanto anda e cite algumas trilhas de vídeos que foram marcantes na sua opinião?
Para andar de skate eu escuto rap ou funk.

SS- Como é o seu cotidiano nas horas livres tanto nos EUA como aqui no Brasil?
Nos EUA as minhas horas livres são para descansar e andar mais no dia seguinte, já quando estou no Brasa não tem uma rotina. Levanto quando eu quero e normalmente eu já to acompanhado da minha namorada, como um bagulho e vou dar um role de skate, trombo uns camaradas e depois trombo minha mina e vou para uma balada ou trombar os manos no bar. Varia muito.

SS- A vida é feita de momentos marcantes, tanto os bons como os ruins, cite para nós os melhores e piores momentos que você já passou?
Os melhores são todos aqueles dias que eu acordo sem nenhuma dor no corpo para andar, e os piores deixa quieto que eu não gosto nem de lembrar.


SS- O skate tem diferentes significados na vida das pessoas, esporte, arte, amor, estilo de vida, gostaria de saber o que o skate significa para você?
Um estilo de vida que eu não trocaria por nada !!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Agradecimentos: minha família, meus amigos, meus patrocinadores e todos aqueles que desejam meu bem.
Fala que é nóis !!!!!!!

8 comentários:

nakalada disse...

Tudo bom Tiago !!
Parabens pela entrevista com Rodrigo Tx ,ele tem um dos melhores estilos do planeta terra,e muito humilde tamben. Fiquei de cara com seu contador, extrapolou heim.

Thiago Pino disse...

Valeu Jorge, o Rodrigo com certeza é um dos caras mais cabreiros da história não só pelo estilo, mas pela sua personalidade, com certeza um dos caras mais humildes que eu ja vi não só no skate, mas no esporte como um todo...
Quanto ao contador voce quem chamou minha atenção, na real bastante gente ta acessando mesmo, graças a Deus
Valeu o coment e tamo no aguardo do Nakalada the movie ........
Abraço
Thiago Pino

Banx Brasil disse...

E ae sang bom!
Muito style a entrevista com o TX
Com certeza um dos maiores nomes
e Influências do Skate Mundial.

Passando também para parabenizar pelo seu blog, é disso q o skate
está precisando!

Fazemos um Projeto social nas Escolas
de Curitiba e fazemos de tudo para
passar o Melhor do skate pra galera.

Com certeza estaremos frizando seu blog!

Conheça nosso trabalho
www.banxbrasil.blogspot.com

Caso queira ajuda com algum conteúdo
com certeza estamos abertos para
receber novas idéias!
A conciência dos skatistas atuais
para a nova geração!

Mais uma vez parabens ae...
Skateboard até o fim!

Abraço

William Verdi "Nutrix"
Equipe Banx Brasil

Thiago Pino disse...

Agradeço suas palavras e com certeza no que for possivel quero contar com a ajuda de voces e se possivel ajudar voces em tudo que for preciso...
Grande abraço
Thiago Pino

Lucas Lisboa disse...

Parabéns muito bom o post!

Thiago Pino disse...

Valeu Lucas agradeço suas palavras ..
Abraço
Thiago Pino

Anderson disse...

Gostei do Blog mano ...'
tbm sou skatista tem msn ?
pra gente se conhece melhor ?

Thiago Pino disse...

Valeu as palavras ...
O msn é thiagopino@hotmail.com
Abraço