quinta-feira, 17 de março de 2011

O skate no Uruguai

Na ultima semana inspirado pelas antigas matérias do Skate Paradise chamadas de “El Truco” tive a oportunidade de conhecer mais uma capital sul-americana com o meu skate, o destino desta vez foi Montevideo capital do Uruguai.
A cena do skate no Uruguai não é muito forte apesar da boa quantidade de picos, na semana que fiquei por lá não vi nenhuma skate shop somente lojas de surf que vendem materiais de skate, e nem revistas e vídeos especializados, mesmo com o alto nível dos skatistas locais.
Pelas ruas da cidade encontramos muitos picos, como bordas, escadas e corrimões, nem sempre perfeitos, mas nada que assuste quem esta acostumado a andar nas famigeradas pedras portuguesas.

O primeiro local que tive a oportunidade de conhecer foram as Ramblas, nome dado a avenida que margeia a praia, onde seu imenso calçadão com pista de cooper e ciclovia apresenta alguns bancos que rendem uma sessão divertida ao lado do mar. Meu segundo ponto de parada foi um quadrado na Rambla Presidente Wilson, com um chão perfeito para fazer manobras de solo, alem de ter belas bordas que podem ser usadas para manobrar ou serem puladas. O ponto negativo é que o local é lotado de crianças com patins e bicicletas e muitos skatistas também andam lá, dependendo do horário é praticamente impossível de andar.


Para quem gosta de pistas o Bairro de Tres Cruces apresenta esta pequena pista mal projetada e com obstáculos difíceis de andar, mas que faz a alegria dos locais que sempre estão por lá no final da tarde.

A melhor pista fica localizada na Rambla Republica Armenia, na beira da praia, com um formato mais legal, apresenta canos em diferentes posições e alturas, bordas, transições e gap, alem de uma pequena pirâmide, aconselho a andar lá no período da manhã, pois na parte da tarde a pista fica lotada.













Já para quem gosta de andar em transições, dentro do Parque Batlle tem uma mini-rampa de madeira bem legal, a rampa fica próxima ao Estádio Centenário em uma região do parque bem arborizada.

Um dos locais mais perfeitos para andar é o prédio da Torre de Telecomunicaciones da Antel com chão, escadas e bordas tudo em mármore, o pico perfeito para todo streeteiro, o detalhe é que lá é um prédio comercial e as sessões só rolam aos domingos dependendo da boa vontade dos seguranças.
Do outro lado da cidade no bairro Buceo temos a mesma situação no World Trade Center, mais um prédio comercial com picos perfeitos onde se é possível andar aos domingos, mas que novamente vai depender do bom humor dos seguranças que normalmente são amistosos e educados.

Outro pico que me agradou muito foi a Plaza José Pedro Varela com uma escada grande e outra pequena e um monumento com bordas de diferentes alturas, muito legal de se andar. Este pico é chamado por alguns locais de “El Cinquenta”, pois o monumento das bordas é o mesmo da nota de 50 pesos.


Agora o melhor pico na minha opinião é a praça onde se localiza a embaixada americana, na Rambla Republica Argentina, com chão perfeito, bordas, bancos, escadas e um corrimão com despenco. Apesar do forte policiamento o pico é liberado e muito legal de se andar.




O saldo final desta viagem foi de muita diversão e novas amizades, quem tiver a oportunidade de conhecer Montevideo, leve seu skate, pois locais para andar não faltam.
Lembre-se: ande de skate, evolua e divirta-se.

5 comentários:

Camila Souza disse...

Ótimo post. Parabéns!

Lubi Prates disse...

Vou a Montevideo em julho...
Espero, até lá, saber andar um pouquinho de skate... rs.

Thiago Zanoni Neves "Pino" disse...

Vai que o divertimento é garantido ...

Nicholas Vianna disse...

Tem como postar a coordenada no google dos picos??
to pensando em ir em junho e vou fazer um mapa
qual albergue vc ficou?? to pensando em che lagarto
os picos tu foi de onibus ne?

Nicholas Vianna disse...

tem como dar os endereços ou coordenadas do google pra eu fazer um mapa??
to pensandoç em ir em junho
tu ficou em qual alberguye??
tem que pegar onibus ne??