sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Condromalácia Patelar

Uma das lesões que mais incomodam skatistas e que ainda foi pouco falada é a Condromalácia Patelar. A Condromalácia patelar que também conhecida como síndrome da dor patelo-femoral, consiste em uma patologia crônica degenerativa da cartilagem articular da superfície posterior da patela e dos côndilos femorais correspondentes, o que produz desconforto e dor ao redor ou atrás da patela. É comum em jovens adultos, especialmente aqueles que praticam atividades de auto-impacto como o skate.
Ela é uma espécie de amolecimento da cartilagem da rótula pelo atrito incorreto contra os côndilos do fêmur. O desalinhamento da rótula e a sua posição mais alta que o normal são fatores predisponentes.

Os principais sintomas são: dor profunda no joelho ao subir e descer escadas, ao levantar-se de uma cadeira, ao correr, muitas vezes restringindo atividades físicas. Dores atrás ou ao redor da patela do joelho ocorrem principalmente se joelho é forçado quando flexionado, como no movimento de execução de um ollie, por exemplo. Uma ardência ou dor ao ficar com o joelho flexionado por longos períodos, mesmo sem forçá-lo, também é um sintoma comum na condromalácia patelar, além de crepitação e estalos, muitas vezes audíveis. É possível também a presença de derrame intra-articular (edema).
As causas mais comuns são o encurtamento dos musculos extensores, alteração de ângulos do joelho (ângulo Q), entorse de tornozelo por inversão e o enfraquecimento do vasto medial oblíquo.
O diagnóstico é feito através do exame ortopédico (inspeção estática, inspeção dinâmica, inserções ósseas e ligamentos, femuro-patelar e textes ortopédicos como Lachman, Mc murray, Apley e Compressão Patelar) aliado a exames radiológicos.
O tratamento se dá com medicamentos antiinflamatórios, meios físicos e cinesioterapia e a evolução costuma ser favorável, o tratamento da dor patelo-femoral é principalmente direcionado ao fortalecimento da musculatura do quadríceps por este ser o mais importante estabilizador da patela.

Como a insuficiência do vasto medial oblíquo é vista como uma das principais causas de dor patelo-femoral devemos dar ênfase a este músculo no nosso tratamento.
Após a reabilitação clínica se inicia o trabalho de volta ao skate com a melhora da mecânica do ollie e de manobras quetenha ele como base, tendo em vista a diminuição do atrito na cartilagem.
Lembre-se: ande de skate, evolua e divirta-se.

9 comentários:

nakalada08.blogspot disse...

E aí Tiago !!

Muito interessante esse post , não sabia de nada disso , seu trabalho é exemplar e ajuda a abrir da mente da galera do skate . Fico impressionado com o contador de visitas .
Abraços ,
Jorge Costa

Anônimo disse...

Hello! nice blog!

Thiago Zanoni Neves "Pino" disse...

Fala Jorge ...
Sem palavras man, seu trampo é inspiração para que role isso aqui, agradeço de verdade pelos comentários ...
Abraço

As criações de Wanessa disse...

Boa tarde Thiago tudo bem? Estou com condromalácia de grau III no joelho esquerdo e grau II no direito, o ortopedista pediu para eu não fazer nenhum esporte de alto impacto (eu andava de patins e as vezes de skate) hoje fui na pista de S. Bernardo e gostei muito do pessoal andando nos bowls, existe a possibilidade de um dia eu voltar a andar de skate sem precisar fazer manobras pesadas (pra mim ollie é absurdamente pesado rs)...ficar só nessa de remar e andar no bol? Como flexiona várias vezes os joelhos, isso vai adiantar pra chegar num grau IV? Muito obrigada! até mais.

Thiago Zanoni Neves "Pino" disse...

Olá Wanessa ...
O ideal seria iniciar o tratamento imediatamente e com a melhora do seu quadro iniciar as sessões de skate, acredito que realizando um trabalho preventivo voce não terá problemas para andar de skate, até mesmo para manobrar.
Se quiser saber mais sobre o tratamento me envie um e-mail para thiagopino@hotmail.com
Obrigado pelo comentário

As criações de Wanessa disse...

Legal Thiago, muito obrigada pelas informações. Estou fazendo acupuntura e essa semana vou começar fisioterapia pelo convênio. Assim que acabar estas vou entrar em contato com vc, meu esposo e eu achamos super bacana o seu trabalho! Parabéns!

Thiago Zanoni Neves "Pino" disse...

Agradeço suas palavras e boa sorte no tratamento.
Fico no aguardo do contato de voces.

Bianca disse...

E aê Thiago.. muito bom o post, cara.

Meu esposo é skatista e está há 3 meses sem andar devido à condromalácia patelar, infelizmente. Agora é tratar com a fisioterapia e esperar a melhora pra voltar a rodar.

Abraços

Thiago Zanoni Neves "Pino" disse...

Obrigado Bianca, caso precisem de algo estou a disposição ...