sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Ligamento Cruzado Posterior

Dando continuidade nas lesões que acometem os joelhos de muitos skatistas, falaremos agora sobre a lesão do Ligamento Cruzado Posterior (LCP), lesão no joelho descrita como uma ruptura, deslocamento, estiramento parcial ou completo do ligamento cruzado posterior (LCP) a partir da união do osso que forma o joelho ou em qualquer outro lugar ao longo do ligamento.
As lesões do ligamento cruzado posterior são as que envolvem os maiores danos a articulação do joelho. A literatura mostra bem menos publicações do LCP em relação ao ligamento cruzado anterior (LCA).
O ligamento cruzado posterior (LCP) é um ligamento resistente que vai da superfície superior posterior da tíbia até a base frontal do fêmur.Em uma população normal as lesões do ligamento cruzados posteriores (LCP) ocorrem entre 3% a 25% de todos os entorses de joelho. Sua função primária é prevenir que a tíbia se desloque posteriormente em relação ao fêmur. Para se diagnosticar uma lesão neste ligamento é necessário verificar a história completa do acidente, exame clínico de um médico especializado, e aspecto clínico do paciente após a lesão. Durante a coleta da história o conhecimento do mecanismo da lesão será extremamente necessário para um diagnóstico mais completo.
As lesões geralmente são causadas por traumas diretos no joelho flexionado (com a perna dobrada) ou quando o skatista salta e no pouso roda o joelho para fora, ocorrendo uma hiperextensão (extensão excessiva do joelho).
Quando diagnosticada a lesão apenas um ortopedista, especializado em joelho, poderá indicar o melhor tratamento a ser seguido, que poder ser conservador ou cirúrgico.
A dica para evitar este tipo de lesão, fica em um bom treinamento de força para membros inferiores e também um treinamento proprioceptivo junto de um alongamento antes e após as sessões.
Lembre-se: ande de skate, evolua e divirta-se.

2 comentários:

Anônimo disse...

É de extrema importância explorar ao máximo todos esses assuntos que envolvem estudos de lesões,treinos e reabilitação em esportes radicais. Ainda há uma carência muito grande sobre o assunto,claro, mais aqui no Brasil. É muito legal quando ha um especialista do assunto que tem um conhecimento do skate ou outro esporte com prancha. Isso ajuda os atletas a se cuidarem e prevenir problemas futuros.Sou atleta e sei como é importante os cuidados hoje para diminuir os problemas futuros.
Parabéns, Alessandra Vieira.

Thiago Pino disse...

Valeu pelas palavras Alessandra, caso precise de algum tipo de ajuda estou a disposição.